Como o novo corona é transmitido e como evitar o contágio

Post baseado nas informações do UpToDate (COVID-19), site que resume as principais evidências científicas atualizadas sobre temas médicos. Acesso em 03/04/2020. Última atualização em 02/04/2020.

 

Como é transmitido

A transmissão do novo coronavírus parece ser através de gotículas. Essa é a mesma forma de transmissão da gripe influenza e de várias outras doenças respiratórias.

Como o vírus é muito novo, pode ser que descubramos mais sobre suas rotas de transmissão nos próximos meses.

A transmissão por gotículas ocorre quando alguém infectado tosse ou espirra ou fala e pequenas e por vezes imperceptíveis partículas de secreções saem de suas vias aéreas e entram em contato com a mucosa de outra pessoa.

Outra forma importante de transmissão é por contato, que é quando o material infectado é depositado em algum objeto, que depois é tocado por outra pessoa, contaminando sua mão. O contato da mão com áreas de mucosas (boca, olhos, nariz) pode consumar a transmissão. Isso acontece, por exemplo, quando alguém tosse e tampa a boca com a mão, depois toca uma maçaneta, que depois é tocada por outra pessoa, que coça o nariz logo após.

A transmissão via mãos contaminadas também pode acontecer quando um sujeito saudável toca diretamente uma mão infectada (ao cumprimentar alguém, por exemplo). Não é necessário que haja uma maçaneta entre as duas mãos, é claro.

Há dúvidas sobre a importância epidemiológica da transmissão por aerossol, que é a via de transmissão de doenças como a tuberculose e o sarampo. A transmissão por aerossol ocorre quando o vírus é carregado em partículas ainda menores do que as gotículas. Essas partículas têm a capacidade de ficarem suspensas no ar por muito tempo e se espalham por grandes áreas. Assim, se alguém contaminado está numa sala e você entra minutos depois, pode contrair o vírus “pelo ar”, mesmo sem chegar perto do indivíduo.

As gotículas, por outro lado, não ficam suspensas no ar. É preciso estar a pelo menos dois metros da pessoa infectada para contrair o vírus.

A transmissão fecal-oral parece ser possível, mas não é uma forma importante de transmissão do novo coronavírus.

Como evitar o contágio

Não tem segredo. É muito fácil fazer o que precisa ser feito. As recomendações da OMS para pessoas na comunidade (que não estão dentro do hospital) sem sintomas são:

  • lavar as mãos diligentemente, com sabão ou álcool (60% ou mais);
  • evitar tocar o rosto;
  • evitar aglomerações;
  • limpar e desinfetar objetos que são muito tocados por muitas pessoas (maçanetas, por exemplo).

É isso. Não precisa de máscara, não precisa tirar o sapato para entrar em casa, não precisa fazer simpatia nem tomar limão com bicarbonato.

As máscaras devem ser reservadas para situações específicas (profissionais de saúde, cuidadores de pessoas infectadas, entre outras).

Lave as mãos, evite tocar o rosto, fique em casa, desinfete algumas superfícies. É isso.

(2020.03.17) Centro de Combate ao Coronavírus (COVID-19) (49670098277).jpg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑