Por que o HIV demora tanto para causar sintomas?

Logo depois que a infecção ocorre, o vírus penetra em uma grande quantidade de células e se multiplica muito rapidamente. A “carga viral” aumenta muito. Nesse momento, o paciente pode ter uma síndrome viral: febre, cefaleia, dor no corpo, linfadenomagalia e outros sintomas inespecíficos.

Depois de algumas semanas, o corpo humano cria anticorpos especializados contra o vírus, capazes de combatê-lo de forma bem mais efetiva do que conseguia nas primeiras semanas. É a imunidade adaptativa. É o mesmo processo que faz com que você não pegue mais catapora depois de pegar uma vez.

Só que nosso corpo não é capaz de controlar completamente o HIV, como faz com outros agentes. O vírus continua se replicando no organismo, em baixa velocidade.E ele ataca justamente as nossas células de defesa. Paulatinamente, a replicação viral aumenta, enquanto nossos linfócitos T CD4+ diminuem.

Depois de anos, o organismo está carente de células de defesa e a replicação viral está a níveis estratosféricos. A falta de linfócitos T CD4+ impossibilita que o organismo lute contra parasitas que normalmente ele conseguiria conter. Assim, surgem as infecções oportunistas, que muitas vezes são o que sugerem a infecção pelo HIV.

***

Publicado originalmente no Quora.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑