Como passei em medicina na federal #6

Este texto é uma continuação de Como passei em medicina na federal.

Último texto da série, eu acho. Espero que tenham aproveitado e espero que ajude.

Confie no método e vá até o fim

Bob Bjork fala muito sobre como as técnicas mais efetivas de estudo 1. desaceleram o aprendizado em curto prazo e 2. tornam o estudo mais trabalhoso.

Ele chama essas técnicas de “desirable dificulties”: dificuldades desejáveis. 

O estudo efetivo, como já repetimos várias vezes aqui, deve ser ativo e isso é trabalhoso. Mas é a melhor forma de aprender.

Você aprende tênis majoritariamente jogando, não vendo outras pessoas jogarem (apesar de isso ter um papel marginal, que fica maior quanto mais experiente e competente você é).

Examine-se continuamente e tente garantir que você está atingindo seus objetivos, mas cuidado com o impulso de desistir das técnicas por conta da falta de resultados a curto prazo. Crie um cronograma de estudo, crie metas, acorde consigo próprio quais serão suas técnicas de estudo e coloque seu plano em ação. Depois disso, confie nele (mas mantenha sempre a dúvida). 

Aprenda a não se abalar com os pequenos recuos, pois eles não deixaram de existir. Jogue em longo prazo e ignore o ruído.

ZC15 Dino Lampa.JPG

Ops!

Este texto é exclusivo para assinantes.

Com apenas um trocado por mês, você tem acesso irrestrito ao nosso conteúdo mais inteligente, ácido e polêmico.

E o mais importante: você apoia o blog.

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑