Divagarte-se #5

Clique para ouvir o poema na voz da autora.

 

Eros

Não tem mais nada em nenhum outro lugar

Nada em minha mente que eu prefira pensar 

além de como usar o teu corpo para te fazer sair dele

De como te aprender 

E descobrir com o calor da minha língua o que te faz tremer

Te olho nos olhos 

E ainda que não faça frio,

um arrepio maratona meu corpo,

agora absorto no seu.

De pele alma expostas, 

despida de pudor,

perdida no torpor de cada movimento, 

enquanto experimento o sal do teu sabor 

Te sinto por dentro e por fora 

e sei que já não demora 

O êxtase 

O ápice do prazer. 

Começo a esvanecer e desabo num deleite final.

Molhada, não só de suor, resplandeço na meia-luz

E faço jus à minha natureza animal…

E divina.

adao e eva.jpg
O primeiro beijo de Adão e Eva.

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑