discorrendo riscos #14

má temática

a matemática nos mostra:
somos todos faz de conta.
o indivíduo é estatística
no coletivo de gente tonta.
bicho que divide o espaço,
multiplica o tempo.
a calmaria é mesmo boa,
até sentir saudade do vento.
conhecer os limites,
mais importante que ultrapassá-los.
há fronteiras entre nós
que justificam a escolha de um lado.
lá de cima, espero ser diferente.
a estrela é que traz a luz,
mas o planeta carrega a vida.
a mulher faz os dois.
o cometa atravessa o céu
da galáxia, carrossel que gira.
seria o buraco negro um ralo,
o esgoto do universo sem beira?
às vezes me pego na espera do dia
em que se engula toda essa poeira.
e que levem os homens primeiro,
acabem com os homens primeiro.

indivíduo é estatística
geralt (pixabay)

Um comentário em “discorrendo riscos #14

Adicione o seu

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑