Sobre o aborto de ontem

Ontem foi realizado o aborto do feto que estava no ventre de uma garota de dez anos, vítima de estupro cometido pelo próprio tio. O caso gerou comoção nacional, tanto de grupos que defendiam o direito de decisão da garota quanto de grupos que condenavam a interrupção da gravidez. A comoção passou dos limites com a divulgação dos dados pessoais da menina e com a presença de manifestantes na porta do hospital onde o procedimento seria realizado, os quais chegaram a tentar entrar no prédio sem autorização. Um absurdo inacreditável.

Eu já falei um pouco sobre aborto aqui e pretendo falar mais profundamente sobre o assunto, continuando o argumento que comecei, de forma bem organizada. Mas hoje quero fazer algumas considerações específicas e menos sistematizadas sobre o caso de ontem.

sobre o aborto

Ops! Acesso restrito!

Você leu apenas o começo, pois este texto é de acesso restrito aos assinantes do blog.

Assinantes são leitores que acreditam no valor do blog e contribuem para seu crescimento doando uma pequena quantia por mês.

Em contrapartida, eles têm acesso a nosso conteúdo mais inteligente, ácido e experimental.

Se você gosta do blog, considere ser um assinante.

2 comentários em “Sobre o aborto de ontem

Adicione o seu

  1. Como diria willy wonka, esse assunto floresce discussões apaixonadas. E enquanto isso, clínicas clandestinas, em que médicos lucraram litros de cruzados, realizam inúmeros abortos sem nenhum tipo de controle de qualidade e respeito ao direitos humanos

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑