Divagarte-se #14

Amor ideal

Ah, quisera eu ter um amor
Daqueles que inundam a gente
Um amor que de repente
Me trouxesse paz e acalento
E que a qualquer momento
Estivesse lá por mim
Inabalável
E com indubitável devoção

Ah, quisera eu ter um alguém
Que acreditasse nos meus sonhos,
Ainda que enfadonhos,
E os fizesse crescer
Alguém disposto a me aprender e conhecer o meu pior
E que me amando como sou,
Me estimulasse a ser melhor
Que perdoasse meus erros, sem ignorar minhas falhas
Alguém que não servisse migalhas.

Ah, quisera eu ter um alguém
Que reconhecesse minhas vitórias,
Pequenas ou notórias,
E que se orgulhasse delas.
Alguém para me mimar de vez em quando
E tornar mais brando o dia-a-dia
Só uma boa companhia que me quisesse bem
Ah, quisera eu ser para mim esse alguém.

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑