A acertividade de Putin

Dois anos atrás eu estava em um bar com um amigo, que é dono de uma empresa de marketing, e ele me mostrou um teste de personalidade que ele havia feito. Ele achou o teste justo, em sua maior parte, exceto por um item: assertividade. Segundo o teste, ele era menos assertivo do que achava. Logo ele, que tanto acertara na vida. 

Depois disso, eu comecei a reparar o quanto essa palavra, assertividade, é erroneamente usada, particularmente no mundo do empreendedorismo. Algumas vezes ficamos na dúvida: ele está falando de acertos ou de decisividade? Mas a maior parte das vezes é claro o que a pessoa quer dizer: assertividade, ou melhor, acertividade, como uma razão alta de acertos por tentativas. 

Eu comentei que não era aquilo que o teste estava medindo. Aliás, um teste de personalidade pode medir assertividade, mas não pode medir o quanto você acerta em suas decisões, pelo menos não diretamente (diria que pessoas mais impulsivas e mais neuróticas costumam, na média, errar mais, mas é só um palpite, um devaneio). Assertividade tem a ver com decisividade, intenção, agressividade, imposição, demonstração de poder, convicção. E pessoas decisivas, agressivas, impositivas e convictas podem errar muito — ainda que estejam cegas para seus enganos.

Putin, em seu avanço recente contra a Ucrânia, não carece de assertividade. A acertividade de suas ações, porém, é tão questionável quanto o cê dessa palavra.

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑